Literatura Recomendada Meditação Vipassana

A Experiência do Insight,  Joseph Goldstein – Editora Roca

Este livro relata um mês de retiro com palestras, meditações diárias e debates com os participantes a respeito das experiências vividas na meditação.

Seguindo as instruções você poderá facilmente organizar seu retiro junto ao seu grupo ou praticando sozinho.

 

 

 

Buscando a essência da sabedoria,  Joseph Goldstein e Jack Kornfield – Editora Roca

Buscando a Essência da Sabedoria será um companheiro bem-vindo ao longo da jornada. Nascido a partir da experiência e colaboração dos autores durante doze anos dando aulas em retiros de meditação intensivos através do mundo todo, ele leva o leitor a desenvolver a abertura e a compaixão que estão no coração dessa prática espiritual.

Conteúdo

Obstáculos à Meditação e os meios habilidosos de superá-los

Como a compaixão pode surgir em função do sofrimento que vemos em nossas próprias vidas e no mundo.

 

 

Meditação e Visão Interior, Joseph Goldstein – Editora Pensamento

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois do Êxtase, Lave a Roupa Suja,  Jack Kornfield – Editora Cultrix

Depois do Êxtase , Lave a Roupa Suja é um dos relatos mais autênticos e convincentes já escritos sobre o longo caminho da transformação interior. Escrito por um professor budista e mestre em meditação de renome internacional, este livro fascinante e comovente traz também, em primeira mão, as experiências de lideres e praticantes de várias tradições: cristã, judaica, hindu e sufi. O resultado é uma compreensão singularmente honesta e íntima da moderna jornada espiritual e de como preparar o coração para o despertar.

“A iluminação existe”, garante Jack Kornfield . “Alegria e liberdade ilimitada , união com o divino … essas experiências são mais comuns do que você imagina, e não tão difíceis de alcançar”. Mas mesmo depois de atingir essa meta, enfrentamos a tarefa diária de transferir essa liberdade para a imperfeição da nossa vida. Temos de lavar a roupa suja.

Historias pessoais do autor, contos tradicionais e as vozes de muitos outros que percorreram esse caminho passam a nos fazer companhia. Aprendemos a nos fazer companhia. Aprendemos a reconhecer os primeiros sinais do anseio pelo sagrado, os portões que levam ao desabrochar espiritual, a iminência do satori e da graça. Descobrimos, também, como o coração iluminado navega no mundo real, em meio a relacionamento difíceis , na família e na comunidade , no mundo da cor emocional, da luta pela sobrevivência , das doenças, das tradições por parte de pessoas nas quais confiamos , e da morte.

Cheio de “riso dos sábios” palpitante de compaixão, Depois do êxtase, Lave a Roupa Suja é uma dádiva para quem está em busca de paz, plenitude e felicidade interior. Assim como Um Caminho com o Coração, este novo livro de Jack Kornfield será certamente um clássico espiritual do nosso tempo.

Em busca de uma psicologia do despertar,  John Welwood – Editora Rocco

A questão básica no novo livro de John Welwood, Em busca de uma psicologia do despertar, é saber como a psicoterapia e a prática espiritual podem trabalhar juntas para ajudar as pessoas a perceber quem realmente são. John Welwood junta Oriente e Ocidente em busca da psicologia do despertar, um “caminho completo de desenvolvimento interior” que passa principalmente pela meditação. “Nós nascemos com este instrumento incrível que é a mente, capaz de sintonizar o céu e a terra, ou qualquer ponto no meio, mas ninguém nos dá um manual de instruções sobre como usá-la ou o que fazer com ela.”

O livro, segundo o autor, é resultado de uma jornada de 30 anos e sua maior parte já foi publicada através de artigos nos jornais. O trabalho como psicoterapeuta e a descoberta das práticas espirituais, nos anos 60, fizeram com que Welwood percebesse que havia uma grande tendência no Ocidente de se buscar a prática espiritual como uma forma de escape dos obstáculos da vida, de se evitar as questões emocionais mal resolvidas e “se elevar acima dos fardos que precisam ser resolvidos”.

Numa linguagem rica em metáforas, o autor explica que a tendência da mente em agarrar-se a formas sólidas assemelha-se a “um pássaro em vôo sempre procurando o próximo galho para pousar”. Isso não impede que chegue o momento da experiência que Welwood define como “o momento em que o mundo desaba”, que ocorre quando os suportes que mantinham a vida no lugar caem inesperadamente, como o chão sumindo sob os pés. Esse momento pode ser o princípio de um caminho para a depressão, “talvez o problema psicológico mais comum dos tempos modernos”.

Mas a solução que o autor propõe consiste, em primeiro lugar, na mudança de postura em relação aos problemas, de vê-los como “uma oportunidade de nos livrarmos de certos obstáculos que nos impedem de viver plenamente”. E um dos elementos indispensáveis nessa luta, segundo ele, é o amor. Welwood cita um verso do poeta Rilke: “A tarefa mais difícil do ser humano é amar o outro, e este é o trabalho para o qual todos os outros trabalhos são mera preparação.” Segundo o autor, a ligação amorosa profunda com outra pessoa sempre conduz a duas direções diferentes: o confronto com enormes desafios e o convite à expansão em direções imprevisíveis.

Ele desenvolve no livro uma forma de tentar explicar o que torna o amor pessoal uma experiência tão poderosa. “Apaixonar-se é um ato de graça que desperta potenciais latentes”, explica o autor, que ao mesmo tempo indaga: “Como manter o coração aberto quando a dor de amar nos faz desejar fechá-lo?” O importante, segundo ele, é não negar esta dor nem pretender ser falsamente amoroso, pois ninguém pode nos dar todo o amor que precisamos, da forma que precisamos. A abertura do coração é o “que nos faz ver a bondade das pessoas” e também “restaurar a beleza em meio à feiúra”. No final do livro, há um interessante glossário com definições de “transmutação”, “femonologia”, “ausência de ego” e outros termos fundamentais para se entender as idéias de Welwood.

 

Superando a ilusão do Eu, Yogavacara Rahula Bikkhu – Edições Casa de Dharma

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os Quatro Fundamentos da Plena Atenção, Bhante Gunaratana -Edições Casa de Dharma