Superando a dor

Village Zendo's winter ango 2009

Os relatos de alguem que participa de seu primeiro sesshim são sempre muito semelhantes no que se refere ao desconforto e dor física. Mesmo que a pessoa seja uma praticante regular ou mesmo professor de Yoga, ao sentar-se por 10 ou mais horas por dia para meditar enfrentará dor, dor física mesmo: joelhos, costas, pescoço, etc, etc. Isto amedronta muitos, que chegam mesmo a desistir de participar.
Estranhamente, a maioria dos que participam concordam que por volta do terceiro dia do sesshim, em vez de piorar, a dor arrefece, como nesse relato: http://arandoamentefertil.blogspot.com.br/2012/07/5-dias-no-mais-profundo-silencio.html?spref=fb

Na verdade o que muda é o modo como encaramos psicologicamente o desconforto físico. Depois de algum tempo convivendo com ele abre-se a oportunidade de deixar de combatê-lo e em lugar disso abrir-se para a experiência, transformar dor em insight.

Assim, Como lidar com a dor física e sofrimento psicológico é algo que se aprende na prática ao longo de um sesshim/retiro. Este artigo de Shinzen Young aborda esta questão de modo muito didático:

PASSOS PRATICOS PARA TRANSFORMAR A DOR FISICA EM CRESCIMENTO ESPIRITUAL.

Vale a pena ler! Você pode acessá-lo inscrevendo-se no formulário abaixo, eu enviarei o link para download para seu email.

registro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...